BLOCKCHAIN: A tecnologia por trás da revolução das moedas digitais!

Imagine um mundo sem dinheiro em papel, moedas ou cartões, um mundo sem bancos, operadoras de créditos ou mesmo uma autoridade central sobre as transações financeiras.  Um mundo sem todo o custo extra que esse enorme sistema representa.

Parece impossível? Pois essa revolução tornou-se uma possibilidade real com o surgimento das chamadas criptomoedas, o dinheiro digital. Entre elas, as mais conhecidas e utilizadas em todo o mundo são as Bitcoins.


(Valor Atualizado 19/12/2017: 1 Bitcon = R$67.880,00)   

Até o surgimento das Bitcoins, o principal obstáculo para as criptomoedas era o risco do uso duplo. Quando se faz um pagamento com moeda física, como uma nota, só é possível fazer uma transação. Mesmo ao se usar cartões de crédito ou débito, existe todo um sistema de intermediação formado por bancos, operadoras e similares, além de uma autoridade central do país, que administra e regula essas operações.

Mas com uma moeda inteiramente virtual e sem esse órgão regulador, o que impede a pessoa de prometer o mesmo dinheiro para mais de um recebedor? Como validar essas transações de forma confiável?

Entenda como funciona esse sistema monetário:

Todas as transações feitas com as Bitcoins são registradas eletronicamente através de uma tecnologia chamada Blockchain (corrente de blocos) num tipo de “livro-razão” criptografado e inalterável. Diferente de negócios realizados pelo sistema tradicional, nas Bitcoins não há organização governamental que centralize e administre o registro das operações. Elas são armazenadas numa estrutura de blocos que só encaixam uns nos outros quando utilizado um tipo de assinatura digital.

Essa infraestrutura de blocos conta com camadas adicionais, as quais servem para dar consenso sobre o estado da transação a qualquer momento. Todos os blocos possuem cópias dos registros, autenticados e distribuídos entre eles. O sistema avalia e verifica o histórico do bloco para chegar ao consenso de que a assinatura digital é válida. Por fim, verificando a validade da assinatura, ele integra esse bloco na corrente e permite que uma nova transação seja adicionada. Veja a representação completa no infográfico abaixo:  

O Blockchain é visto como a principal inovação tecnológica do Bitcoin, visto que é a prova de todas as transações na rede. Seu projeto original tem servido de inspiração para o surgimento de novas criptomoedas e de novos bancos de dados distribuídos.

E essa tecnologia é 100% segura?

Apesar de suas vantagens, esse sistema ainda está em aperfeiçoamento. Fraudes e ataques que levam os donos de Bitcoins a perderem tudo ainda são comuns. O valor delas cresceu muito nos últimos anos, mas sua cotação pode flutuar bastante, dependendo do nível de confiança dos investidores.

Fique atento! Essa nova tecnologia está em constante evolução e sua utilização cresce a cada dia ao redor do mundo. A Blockchain promete mudar nossa relação com o dinheiro, da mesma forma que a Internet reinventou diversos aspectos do nosso cotidiano!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *